Como controlar as crises de rinite alérgica? | Hospital Proncor

A rinite alérgica é uma inflamação caracterizada por afetar as mucosas do nariz e da garganta. Basicamente, ela funciona como uma reação a partículas consideradas estranhas pelo organismo como poeira, pólen e outros agentes alérgenos (causadores de alergia).


A doença pode surgir ainda criança ou já em idade adulta. Geralmente, o paciente com rinite alérgica apresenta pais com o mesmo problema, sendo a hereditariedade o principal fator de risco para o surgimento da doença.


Apesar de não ter cura, a rinite alérgica pode ser controlada e, assim, diminuir de intensidade a longo prazo. Hoje, existem métodos de tratamento, incluindo medicamentos e imunoterapias, que amenizam as crises de alergia aumentando a qualidade de vida do paciente.


Leia mais: Tosse seca persistente: conheça 6 motivos possíveis


Quais são os demais fatores de risco da rinite alérgica?

Além do componente genético, os demais fatores de risco para as crises de rinite alérgica incluem o contato com agentes alérgenos, o não tratamento adequado com um especialista e o histórico de doenças alérgicas como asma, dermatite e conjuntivite.

Veja abaixo os principais agentes causadores de alergia:

  • Ácaros;

  • Pólen;

  • Pelos e penas de animais domésticos;

  • Fungos;

  • Fumaça;

  • Poeira;

  • Produtos Químicos.

Quais são os sintomas da rinite alérgica?

A rinite alérgica costuma provocar irritação nos olhos, nariz e garganta, coceira no nariz, espirros, coriza, lacrimejamento nos olhos, congestão nasal, tosse e olhos inchados. Devido às crises, o paciente também pode notar fadiga, irritabilidade, olheiras e dor de cabeça.




Como é feito o diagnóstico da rinite alérgica?

Você pode procurar um imunologista ou um alergologista para iniciar a investigação dos sintomas. No consultório, uma série de perguntas é feita para entender o histórico de saúde do paciente e o histórico de saúde da sua família. Testes de alergia e exames de sangue podem ser solicitados para um diagnóstico mais preciso.


Quais são os tratamentos da rinite alérgica?

Caso o diagnóstico tenha resultado positivo para a doença, o paciente deve iniciar o tratamento com medicamentos antialérgicos e, consequentemente, terá que rever alguns hábitos para ter uma qualidade de vida melhor.


Em casos mais graves de rinite alérgica, a prática de imunoterapia (vacinas) também pode ser recomendada.


É muito importante que o paciente seja acompanhado por um especialista e não deixe o tratamento de lado, já que a doença pode evoluir para demais complicações como otite, problemas no sono e sinusite.



Precisa de consulta com clínico, otorrinolaringologista ou ortopedista pra hoje?

O Hospital Proncor tem o único Pronto Socorro com ortopedista e otorrino de plantão (para crianças e adultos nas duas especialidades).

🚨 Pronto Socorro Geral | R. Maracaju, 1.265 - Centro

👨‍⚕ Centro Médico Proncor | Rua Oceano Ártico, 133 - Chácara Cachoeira

🏥 Hospital Proncor | R. Raul Pires Barbosa, 1.800 - Chácara Cachoeira

👉📱 67 3042 3000

ACESSO RÁPIDO:

Pronto Socorro em Campo Grande

Pronto Socorro 24 horas

Único com clínico geral, ortopedista e otorrino de plantão.

Clique e saiba mais.

proncor.png

Você no centro do cuidado

Conheça os projetos e os diferenciais que fazem o Hospital Proncor único. Tudo pensado para a sua comodidade e segurança.

Clique e saiba mais.

consulta.png
Agendar consultas
A especialidade que você precisa, atende no Centro Médico Proncor. Mais de 20 especialidades em um único lugar. Agende agora.
Convênios Atendidos Proncor