Dengue e os cuidados na gestação | Hospital Proncor


Cuidados com a saúde devem ser diários. No período da gravidez, essa atenção com a saúde deve ser redobrada, principalmente em relação ao mosquito da dengue (aegypti) e as doenças que ele pode transmitir (dengue, febre amarela, zika e chikungunya).


Por isso, alguns cuidados, que já devem fazer parte da rotina da população, precisam ser aumentados:


- A gestante deve ser acompanhada em consultas de pré-natal;

- Realizar todos os exames recomendados pelo médico;

- Não consumir bebidas alcoólicas ou qualquer tipo de droga;

- Não usar medicamentos sem orientação médica;

- Mosquiteiros proporcionam boa proteção pra aqueles que dormem durante o dia (por exemplo: bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos).


Ultimamente, a preocupação com o mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue, a febre Chikungunya e também o vírus Zika, aumentou.

Aleitamento materno e o vírus Zika


Como não há evidência científica que demonstre a transmissão do vírus Zika pelo leite materno, o Ministério da Saúde recomenda que seja mantido o aleitamento materno contínuo até os dois anos ou mais, sendo exclusivo nos primeiros seis meses de vida. O aleitamento materno é a estratégia isolada que mais previne mortes infantis, além de promover a saúde física, mental e psíquica da criança e da mulher que amamenta. Da mesma forma, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos da América, também recomenda a manutenção da amamentação nesta situação.


Você pode estar com dengue e não saber!


Os sintomas da dengue podem ser confundidos com os de doenças como gripe e resfriado.

Ao menor sinal, procure atendimento médico, o tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível.


🚨 👩‍⚕ Pronto Atendimento | 67 3027 8800

R. Maracaju, 1.265 - Centro


🏥👨‍⚕ Hospital Geral | 67 3042 3000

R. Raul Pires Barbosa, 1.800 - Chácara Cachoeira